Vida no Campus

A Accademia Riaci estabeleceu seu primeiro campus num palácio de um nobre em Via deʼ Pecori. Anos mais tarde a escola se transferiu para o centro da cidade, convenientemente situado entre o Duomo e a Igreja de San Lorenzo, a apenas três minutos da estação de trem de Florença. Você pode ouvir os sinos de San Lorenzo, de manhã e à noite e nos pisos suporiores se deliciar com vista para a cúpula do famoso Duomo.
  • Mapa
  • Sobre Florença

Localização da Accademia Riaci

Florença ostenta sua fama internacional de cidade berço do Renascimento que floresceu sob o reino do grande protetor de numerosos artistas: a Família Medici. Eles fomentaram e inspiraram o nascimento do Renascimento, apoiando gigantes e eternos artistas, deixando um legado importante na arte e arquitetura. Ao passear pela pitoresca e medieval Florença, você vai poder sentir a fragrância desta era gloriosa, ainda presente em cada canto da cidade.


View Larger Map

Sobre Florença

Montanhas ondulantes e costas magníficas; as vinhas e os olivais são interrompidos esporadicamente pelas colinas delicadas criando uma encantadora e colorida paisagem como é a da Toscana. Paisagens estas que desde sempre fascinam os viajantes que por elas passam. Florença está localizada no centro da região. Suas ruas, se enchem de numerosos legados culturais de uma preciosidade sem comparação. Disporsos pela cidade, formam um ambiente onde seu passado e seu presente se incorporam, oferecendo por um momento aos viajantes que ali passam, a ilusão de se fascinarem num certo poríodo da história.

História de Florença

Entre os séculos X e VIII A.C., a Toscana foi habitada por uma tribo rica em cultura, dito também povo ancestral dos Italiano. No século XI D.C., Florença se transformou como uma das cidades-estado mais importantes depois da ocupação do Império Romano, seguido da invasão da ancestral Alemanha. Após estes acontecimentos, um número significativo de movimentos artísticos ocorreram e promoveram o florescimento cultural dos grandes artistas que emergiram no século XIII como Cimabue, Giotto e Dante.

No inicio do século XII, Florença se tornou numa cidade-estado auto governada e mais tarde, no século XIV, as pessoas iniciaram a questionar o mundo do Cristianismo Medieval, inspiradas pelo espírito centrado no ser humano. Isso influenciou bastante o declínio da autoridade absoluta e o poder papal.

Como consequência, os movimentos do Renascimento floresceram inicialmente em Florença, alimentando grande parte dos maiores artistas e gênios de todos os tempos, enquanto a cidade gozava uma era de prosporidade e paz sem precedentes sob a liderança política da Família Medici.

Embora Florença se tornou temporariamente um estado de república entre 1494, a Família eMdici rapidamente recuporou o poder com Cosimo I, apontado como o primeiro grande duque da Toscana em 1570, celebrando a idade de ouro da cidade. No entanto, seu reinado não dura muito, pois seu trono é tomado pelo Principe Loreine da Aústria, após a morte do último membro da Família Medici.

Quando em 1860, começou a crescer o movimento do “Risorgimento” em Itália, a primeira unificação da nação foi realizada sob o reinado de Vittorio Emanuele II. Florença foi capital de Italia por 5 anos.

No entanto, sempre orgulhosa de sua cultura, mesmo depois do movimento de unificação e apoiada pelo sentimento de “campanilismo” (patriotismo pela sua própria cidade), Florença tem defendido e conservado sua cultura e tradição únicas. Tal como em qualquer região na Itália, os Florentinos são especialmente conhecidos por ostentarem sua cidade natal. Um cronista, Dino Compani , que viveu na mesma época de Dante, elogiou seu país dizendo: “ O ar fresco, os modos e a hospitalidade dos residentes são extraordinárias, as mulheres são lindas, bem vestidas e as residências são magnificas.”

  • Mapa
  • Sobre Florença